Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

RYANAIR ANUNCIA PLANOS PARA COMPRAR 75% DA LAUDAMOTION DE NIKI LAUDA


A Ryanair assinou um acordo com Niki Lauda, fundador da companhia aérea Niki, para comprar “numa fase inicial” 24,9% da transportadora austríaca LaudaMotion e subir a sua participação para 75% “logo que seja possível”, por um montante inferior a 50 milhões de euros.

A LaudaMotion é propriedade de Niki Lauda, que adquiriu recentemente vários activos da companhia aérea Niki, incluindo aviões A320 (clique para ler: IAG perde Niki para o fundador Niki Lauda).

O acordo prevê que Niki Lauda seja o presidente do Conselho da LaudaMotion, ficando responsável por implementar uma estratégia para “construir uma companhia aérea de baixo custo austríaca”.

A Ryanair irá fornecer apoio financeiro e na gestão da LaudaMotion, bem como seis aviões em regime de “wet-lease” (cedência de aeronaves com tripulação completa, manutenção e seguros) já para este Verão.

O objectivo é que a LaudaMotion “leve a cabo um extenso programa de 21 aeronaves em operação”.

“A LaudaMotion irá brevemente iniciar uma série de operações regulares e charter com origem na Alemanha, Áustria e Suíça, maioritariamente para destinos de lazer na zona do Mediterrâneo”, sublinha um comunicado da Ryanair.

Os planos de aquisição da LaudaMotion pela Ryanair estão sujeitos a aprovação pelas autoridades da concorrência da União Europeia.

A Ryanair prevê que a aquisição de 75% na LaudaMotion tenha um custo inferior a 50 milhões de euros, a que acrescem outros 50 milhões de euros aplicados pela Ryanair para cobrir custos operacionais da LaudaMotion no primeiro ano.

A perspectiva da companhia aérea é obter lucro ao terceiro ano de operação “caso o plano de desenvolver a frota para pelo menos 30 Airbus venha a ter sucesso”.

O AOC (certificado de operador aéreo) austríaco da LaudaMotion “irá suportar uma frota de Airbus, algo que esperávamos desenvolver há alguns anos no Grupo Ryanair”, afirmou Michael O’Leary, CEO da Ryanair, citado em comunicado.

“Com acesso à frota e recursos financeiros da Ryanair, a LaudaMotion irá agora crescer mais rapidamente, com a ambição de competir num mercado dominado pelas tarifas altas da Lufthansa, através das suas subsidiárias Suíça e Austríaca”, acrescentou o executivo.

Niki Lauda, por sua vez, sublinhou que sempre defendeu a concorrência e domonstrou “oposição a monopólios”.

“Nasceu um novo actor de relevo no mercado da aviação e mal posso esperar por oferecer aos nossos passageiros uma extensa rede de rotas a preços competitivos”, concluiu Niki Lauda.



fonte: presstur
SHARE
Banner

Comentar: