Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

RYANAIR TEVE EM NOVEMBRO O CRESCIMENTO MAIS FRACO EM TRÊS ANOS


Mesmo assim já tem mais 2,7 milhões de passageiros que em todo o ano de 2016

A low cost Ryanair, que anulou milhares de voos devido a problemas com escalas de pilotos, teve este Novembro o crescimento mais fraco desde Outubro de 2014, ao somar ainda assim mais meio milhão de passageiros que em Novembro de 2016, totalizando 9,3 milhões, com os quais superou já o total do ano de 2016.

Os dados publicados pela empresa indicam que nos primeiros onze meses deste ano somou cerca de 119,5 milhões de passageiros, mais cerca de 2,7 milhões que em todo o ano de 2016, apesar da ‘travagem' que fez a partir de Outubro com o cancelamento de milhares de voos alegadamente devido a erros com escalas dos seus pilotos.

A informação divulgada hoje indica que essa ‘travagem' se traduziu numa atenuação do seu ritmo de aumento da capacidade em número de lugares no mercado, de aproximadamente 12,4% em 2016, para 11% no primeiro trimestre, quase 10% no segundo, aproximadamente 9% no 3ª e apenas cerca de 4,5% em Novembro.

Isto explica que a Ryanair tenha atingido em Novembro uma das elevadas percentagens de lugares vendidos, com 96%, um ponto acima do mês homólogo de 2016.

No conjunto dos 11 meses de Janeiro a Novembro deste ano, essa taxa está em aproximadamente 95,5%, mais cerca de 1,4 pontos que nos primeiros onze meses de 2016, o que se traduz numa redução do número de lugares vazios nos seus voos em cerca de 17% ou 1,1 milhões.

Os seus dados indicam que no fim de Novembro soma 119,5 milhões de passageiros, com um aumento em quase 11% ou cerca de 11,5 milhões relativamente ao período homólogo de 2016.

A Ryanair em Portugal é a companhia líder nos aeroportos do Porto e de Faro e nº 2 em Lisboa e em Ponta Delgada.



fonte: presstur


Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

SHARE
Banner

Comentar: