Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Brasileiros pagam mais caro nas passagens aéreas internacionais



Levantamento revela que voos de longa distância com saída no país têm um dos preços mais elevados do mundo


A Malásia é o país com a passagem aérea mais barata do mundo. Lá, os passageiros pagam 4,18 dólares (cerca de 13 reais) por 100 quilômetros de viagens. O Brasil ocupa a 48º posição do ranking geral, com um custo de 16,32 dólares (aproximadamente 53 reais) a cada 100 quilômetros voados.

O levantamento Flight Price Index, do site de comparação de tíquetes aéreos Kiwi.com, considera o valor médio dos voos de curta e longa distância. 

Bulgária, Índia, Turquia, Romênia, Indonésia, Portugal, Tailândia, Suécia e Espanha completam o ranking dos 10 países onde voar é mais barato (confira preços na tabela abaixo).

O levantamento analisou mais de um milhão de voos em 80 países. “Centenas de fatores adicionais, incluindo preço do óleo, turbulência política, competição entre as empresas áreas e até mesmo a meteorologia podem ter um grande impacto no valor da passagem”, informa o site.

Para os voos de curta distância ou domésticos, o Brasil está entre os países onde voar é mais barato. Nos voos em companhias full-service, a cada 100 km os passageiros desembolsam 3,98 dólares (cerca de 13 reais), o ticket mais barato do mundo. Para voar em companhias low-cost, o custo é o mesmo.

Entretanto, os passageiros de voos internacionais com saída do Brasil pagam uma das passagens mais caras do mundo. Em companhias low-cost são 28,66 dólares (aproximadamente 93 reais) a cada 100 km voados. Na Suécia, por exemplo, os passageiros desembolsam 1,31 dólares (cerca de 4 reais) pelo mesma distância.

As empresas full-service também cobram 28,66 dólares para os voos com saída do Brasil. Na Lituânia, o preço para voos da mesma categoria é de 2,50 dólares (cerca de 8 reais).

Confira abaixo:







fonte: veja
SHARE
Banner

Comentar: