Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

A Formação Aeronáutica no Brasil


CONFAER - Como é do conhecimento de todos que militam nas diversas áreas da formação aeronáutica, existe um grande desconhecimento quanto ao verdadeiro papel e importância dos Aeroclubes e Escolas particulares de aviação, antes do advento das Universidades de Ciências Aeronáuticas. 

HISTÓRIA - A importância histórica dos aeroclubes remonta ao ano de 1911 onde é fundado o Aeroclube do Brasil, segundo no mundo, atrás apenas do Aero Club de France e tem como sócio fundador e presidente honorário, nada menos do que Alberto Santos Dumont. Quanto ás escolas de aviação, igualmente relevantes, estas tem suas trajetórias atreladas a nomes ilustres da aviação como os italianos irmãos Robba, nos anos de 1920 no Campo de Marte e o também lendário Horton Willian Hoover que chegou ao Brasil em 1916 para montar e dar instrução nos hidroplanos Curtiss F e também na década de 20, monta sua escola no Campo de Marte, em São Paulo.

FORMAÇÃO AERONÁUTICA – A trajetória do ensino aeronáutico no Brasil esta intimamente ligada a sua gênese com o Aeroclube do Brasil, no Rio de Janeiro e com as escolas do Campo de Marte em São Paulo, notadamente com a fundação do Aeroclube de São Paulo em 1931. As décadas de 30, 40 e 50 assistem a um grande crescimento na formação de pilotos aviadores, com um efetivo de mais de 300 aeroclubes e escolas particulares de aviação, espalhados por todo o Brasil, contribuindo para a criação da maior malha aeroviária já vista em nosso país, atingindo 441 cidades servidas por linhas aéreas regulares. Hoje possuímos apenas 119 cidades atendidas. 

FUTURO DAS ESCOLAS E AEROCLUBES – Com a mudança de gestão do Departamento de Aviação Civil – DAC para a ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, as escolas particulares e os aeroclubes brasileiros vêm apresentando uma crescente falta de produtividade e mesmo de qualidade de ensino. Estas deficiências têm a ver com a total falta de estímulo e incentivo da ANAC, agravados pela falta de uma Política Nacional de Formação Aeronáutica, além de uma avaliação clara e objetiva de sua atual importância na formação prática dos alunos pilotos. 

FORMAÇÃO – É indiscutível a importância dos aeroclubes e escolas particulares na formação dos pilotos. Dos quase 100.000 pilotos em atividade no Brasil, mais de 95% receberam formação em nossos aeroclubes e escolas. Apesar de suas lutas históricas pela sobrevivência, todos têm mais de 50 anos de existência e algumas escolas mais de 30 a despeito de todas as dificuldades e mesmo falta de estímulo e apoio, continuam com a sagrada missão de formar aviadores.

CONFAER – O Congresso Nacional de Formação Aeronáutica chega para discutir o atual cenário e propor mudanças fundamentais para a sobrevivência e o crescimento da atividade de formação aeronáutica. Torna-se urgente definir as responsabilidades na formação prática de vôo dos alunos pilotos e repensar o papel dos nossos aeroclubes e escolas. 

Não deixe de participar dessa discussão que é fundamental para as novas diretrizes que estarão sendo formadas a partir deste encontro. 


Estaremos realizando nos dias 26 a 29 de Outubro próximo, no Campo de Marte/SP a EXPOMARTE - Feira Internacional de Aviação e a HELIEXPO BRASIL – Salão Internacional de Helicópteros. Durante os quatro dias de feira, estaremos realizando também o 3º. CONAR – Congresso Nacional de Aviação Regional, CONFAL – Convenção Nacional dos Fabricantes e Distribuidores de Aeronaves Leves e o CONFAER– Congresso Brasileiro de Formação Aeronáutica.
SHARE
Banner

Comentar: