.

.

Arquivo

Navigation

Lufthansa assume interesse em adquirir Air Berlin


Após fechar acordo de wet lease com a Air Berlin para a utilização de 38 de suas aeronaves, a também alemã Lufthansa confirmou interesse em realizar a aquisição da aérea de Berlim, segundo o site ATW.

Antes de levar a decisão adiante, porém, o grupo deve avaliar as dívidas da aérea. Uma delas seria um débito de 1,2 bilhão de euros com a estatal Etihad Airways, que possui 29,2% da companhia berlinense. “A dívida só pode ser resolvida pelo governo de Abu Dhabi”, afirmou um porta-voz da Lufthansa.

Em janeiro, o presidente e CEO do Grupo Lufthansa, Carsten Spohr, havia revelado ao site norte americano que as dívidas da Air Berlin eram " altas demais para atrair um investidor".

DIFICULDADES ECONÔMICAS

Segunda maior companhia do país, a Air Berlin acumula uma série de quedas nos últimos anos, sendo que somente em 2016 a aérea perdeu 781,9 milhões de euros e 446,6 milhões do ano anterior. O primeiro trimestre de 2017 seguiu dando prejuízos para a aérea, com uma perda líquida de 293,3 milhões de euros, 60% a mais do que no mesmo período de 2016, quando o prejuízo foi de 182,3 milhões de euros.

ACORDO: LUFTHANSA X AIR BERLIN

O acordo entre as duas empresas, realizado como parte de um plano de reestruturação da Air Berlin no final de 2016, inclui um contrato de seis anos de wet lease de 38 A320 da aérea berlinense para as subsidiárias do Grupo Lufthansa Eurowings (33 aeronaves) e Austrian Airlines (as cinco restantes). A medida deverá garantir que os 38 aviões da Airbus possam continuar em operação.

No caso de uma possível aquisição da Air Berlin pela Lufthansa, os 75 aviões restantes seriam integrados à frota da Eurowings, que atingiria 160 aeronaves até o final de 2017. Spohr prevê que a Eurowings se torne rentável em 2018.



Fonte: panrotas via ATW
SHARE
Banner

Comentar: