Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Anac interdita avião que fez voo rasante no Corso de Teresina e cancela brevê de piloto


A Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) interditou a aeronave que no sábado (18/02) fez voo rasante sobre o Corso de Teresina e cancelou o brevê do piloto. Jaime Oliveira Júnior deverá ainda pagar R$ 50 mil de multa.

Ele fez voos rasantes muito abaixo do permitido. Um amigo dele que estava na aeronave filmou tudo e divulgou nas redes sociais. O plano de voo para zonas urbanas habitadas só é permitida altitude a partir de até mil pés, ou seja, 300 metros de altitude.

No caso do avião pilotado por Jaime, eles estavam a uma altura de, no máximo 80 metros. Chegou a passar quase tocando na Ponte Estaiada.

Acredita-se que o voo de sábado tenha chamado a atenção para a propriedade da aeronave.

O piloto Jaime das Chagas Oliveira Júnior também não poderá mais conduzir nenhum tipo de aeronave, visto que teve o brevê cancelado. Ele não tinha autorização para sobrevoar a menos de mil pés de altitude, principalmente tendo multidão em solo.

O avião é um Sêneca II PT WBX não poderá voar até segunda decisão da Agência Nacional da Aviação Civil.





fonte: portalaz 

SHARE
Banner

Comentar: