.

.

Arquivo

Navigation

Aviação investe mais em inteligência artificial, diz estudo


As companhias aéreas e aeroportos estão investindo pesadamente em tecnologias para ajudar na prevenção e preparo para eventualidades. Pelo menos é isso o que o relatório The Future is Predictable, que foi publicado ontem pelo Sita, empresa especializada em Tecnologia da Informação para o mercado de aviação, informa. De acordo com ele, cerca de US$ 25 bilhões estão sendo investidos para combater interrupções de voos, fazendo uso da inteligência artificial, computação cognitiva, entre outras capacidades técnicas progressivas.

Segundo a análise do Sita, para os próximos dez anos, 44% das companhias aéreas afirmam que irão investir mais em inteligência artificial, 36% mais em computação cognitiva. Na mesma tendência, 43% dos aeroportos os aeroportos deverão investir em cada tecnologia citada. Esses esforços são focados, principalmente, em iniciativas que fornecerão aos passageiros informações mais relevantes sobre sua jornada, a fim de criar experiências mais transparentes e pessoais.

USO DE SMARTPHONE

Outro dado importante, segundo aponta a pesquisa, é o uso da telefonia móvel nas operações entre passageiros e as companhias e aeroportos. A inteligência artificial, além de entender as demandas dos usuários, ainda deverá ser facilitada com o uso de smartphones. Uma das promessas para o futuro é o atendimento e procedimentos quase que completos a partir de dispositivos móveis.

Segundo o diretor de Market da Sita, Nigel Pickford, “as companhias aéreas e os aeroportos estão se concentrando em tecnologias que os tornem mais sensíveis às questões de suas operações”. Segundo ele, isso permite um melhor desempenho e atendimento aos clientes.




fonte: panrotas
SHARE
Banner

Comentar: