Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

AEROPORTOS NA CHINA BUSCAM NOVAS TECNOLOGIAS PARA GERENCIAR O CRESCIMENTO


Os aeroportos da China estão investindo nas mais recentes tecnologias para gerenciar o crescimento e mudar as expectativas dos passageiros. Nos próximos três anos, 50% investirão em sistemas para prever interrupções potenciais antes que ocorram. Investir em tecnologias emergentes, incluindo a Internet das Coisas, beacons e serviços móveis, também está como prioridade nas agendas dos aeroportos para proporcionar uma melhor experiência aos passageiros.

Este movimento está na pesquisa 2016 Airport IT Trends Survey, extenso estudo anual de TI tendências dentro da indústria aeroportuária global co-patrocinado pela SITA e Airports Council International (ACI). A pesquisa de 2016 incluiu respostas da China continental que representa 67% do tráfego total de passageiros na China.

A tecnologia central para melhorar as operações e reduzir a interrupção de viagens em aeroportos líderes no mundo é a Tomada de Decisão Colaborativa (Collaborative Decision Making, CDM). Seu objetivo é melhorar a eficiência geral das operações trabalhando com diferentes partes interessadas para integrar processos e sistemas para reduzir atrasos e gerenciar melhor os recursos aeroportuários. Hoje, apenas 16% dos aeroportos na China implementaram totalmente a CDM integrada com os sistemas de gestão do tráfego aéreo (ATM), porém mais 68% planejam implementá-lo nos próximos três anos. Esses planos estão à frente da tendência global. Em todo o mundo, apenas 55% dos aeroportos esperam implementar essa tecnologia até 2019, em comparação com os 84% ​​dos aeroportos da China.

May Zhou, vice-presidente da SITA na China diz: "O primeiro passo para a melhoria das operações aeroportuárias é a implementação de um centro de controle operacional integrado no aeroporto. Hoje, está em vigor em 65% dos aeroportos, com planos de atingir 83% até 2019. Até lá, os aeroportos da China também terão adotado totalmente a CDM, permitindo que gerenciem efetivamente o aumento esperado nos voos para os próximos anos.

O compromisso com a nova tecnologia pelos operadores de aeroportos da China é extremamente encorajador. Há um claro reconhecimento de que a tecnologia inteligente pode apoiar o crescimento do país no transporte aéreo nos próximos anos ".

Os aeroportos chineses estão reconhecendo o potencial de novas tecnologias, incluindo a Internet das Coisas (Internet of Things; IoT), a que seus investimentos estão destinados a superar suas contrapartidas globais. Hoje, 29% dos aeroportos chineses integram plenamente a IoT na sua estratégia, subindo para 82% até 2019, superior aos 75% dos aeroportos em todo o mundo.

Não surpreendentemente, devido à alta penetração de dispositivos móveis entre os passageiros chineses, o interesse dos aeroportos em tecnologias de sensores, incluindo beacons, também é alto, com 89% dos aeroportos implantando como parte de um grande programa ou um acordo nos próximos três anos. O foco destes desdobramentos será nas primeiras etapas da viagem de passageiros: bag-drop (33% dos aeroportos), check-in (28%) e segurança (26%), para apoiar uma melhor experiência de passageiros. Além disso, a maioria dos aeroportos (68%) terá grandes programas para aplicativos móveis de passageiros até 2019, com mais 26% planejando pilotos e testes. Isso faz com que o celular seja o número um nas iniciativas de investimento em tecnologia da informação (TI), na China, para os serviços de passageiros.

O interesse dos aeroportos chineses pelas novas tecnologias é elevado e as três principais áreas de crescimento ao longo dos próximos cinco anos são aplicativos de "contexto e localização" (61% implementadas), robôs (48%) e inteligência artificial (37%).


Sobre a SITA


A SITA é uma provedora de comunicação e soluções de TI que transformam as viagens aéreas por meio da tecnologia para as companhias aéreas, aeroportos e aviões. O portfólio da empresa abrange desde comunicações globais, serviços de infraestrutura para eAircraft, gestão de passageiros, bagagem, self-service, aeroporto e soluções de gestão de fronteiras. Formada por mais de 400 membros da indústria de transporte aéreo, a SITA tem uma compreensão única das suas necessidades e coloca uma forte ênfase na inovação tecnológica.

Quase todas as companhias aéreas e aeroportos em todo o mundo fazem negócios com a SITA e suas soluções de gerenciamento de fronteira são usadas ​​por mais de 30 governos. Com presença em mais de 1.000 aeroportos em todo o mundo e uma equipe de 2000 pessoas, a SITA oferece um serviço inigualável para mais de 2.800 clientes em mais de 200 países.

Em 2015, a SITA teve receita consolidada de US $ 1,7 bilhão. As subsidiárias da SITA e joint ventures incluem SITAONAIR, CHAMP Cargosystems e Aviareto.



fonte: ideia casada 



Alta qualidade de ensino, dinamismo e foco em diversas situações ligadas a aviação. www.icalearning.com
SHARE
Banner

Comentar: