Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Congonhas recebe novos negócios firmados na ABF Expo


A Infraero realizou R$ 5,2 milhões em negócios na última feira ABF Franchising Expo, realizada entre 15 e 18/6, dos quais R$ 1,6 milhão (cerca de 31%) foram fechados pela Gerência de Negócios Comerciais do Aeroporto de Congonhas. E os novos clientes conquistados começam a chegar e iniciar as operações no aeroporto.

Poltronas massageadoras da Plenitude Design já estão em funcionamento no subsolo do terminal de passageiros, próximo aos caixas eletrônicos, desde a sexta-feira, 1º de julho. São três unidades que operam com notas de R$ 2 a R$ 20, para períodos de 2, 5, 10 e 20 minutos de utilização. São uma boa alternativa para os usuários aproveitarem algum tempo do corre-corre do dia a dia para relaxar. Nos próximos dias, outras ações eventuais originadas na ABF Expo vêm juntar-se ao leque comercial do aeroporto, caso do quiosque de chás especiais Moncloa Tea Boutique.

Mais estreias

Além das ações provenientes da ABF Expo, outros clientes iniciaram atuação em Congonhas. O quiosque Pastel de Feira está operando desde a segunda-feira, 27 de junho, na área externa do saguão central, junto à ala de desembarque. “O movimento está ótimo, estamos vendendo cerca de 400 pastéis por dia. Os clientes voltam e recebemos muitos elogios”, comentou a sócia-proprietária Patrícia Garcia. O quiosque oferece pastéis de 21 cm a R$ 10, pastéis gourmet (com ingredientes como camarão e bacalhau) a R$ 13, e pastéis doces de Nutella ou chocolate, além de bebidas e salgados. Há combos a partir de R$ 15, e o pastel especial de carne (de 31 cm, com azeitona picada, queijo, presunto e tomate), um dos mais vendidos, sai a R$ 16.

Outro quiosque, da Doog Hot Dog, instalado no setor de embarque, registra filas de consumidores desde a última sexta-feira (1º/7). “O movimento está ótimo, não esperávamos tantos clientes no primeiro dia”, comemorou a responsável pelo atendimento, Antônia de Oliveira. O preço dos hot dogs no quiosque varia de R$ 18 a R$ 24, e a porção de batatas chips é vendida a R$ 5. Água mineral e refrigerantes também estão disponíveis.

No subsolo do terminal de passageiros, em frente aos caixas eletrônicos, foi aberta a Grab n’ Fly, concessionária que comercializa lanches, salgados, doces, refrigerantes e combos diversos, também desde sexta-feira. Pratos rápidos e saladas são vendidos a R$ 18,90. “O movimento começou muito bem e nossa expectativa é das melhores”, afirmou o líder de operações, Jonathan Fernando.



Assessoria de Imprensa - Infraero
SHARE
Banner

Comentar: