Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

A thyssenkrupp leva inovação para a mobilidade dos passageiros do RIOgaleão - Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro


A empresa instalou 126 equipamentos para atender um público estimado em 17 milhões de passageiros/ano; dentre eles a maior esteira da América Latina com 100 metros de extensão



A thyssenkrupp está presente em mais uma importante obra de mobilidade e infraestrutura urbana, o RIOgaleão - Aeroporto Internacional Tom Jobim. A estimativa do RIOgaleão, formado pelas empresas Odebrecht Transport, Changi e Infraero, é de receber 17 milhões de passageiros/ano. 

Para a mobilidade dos passageiros, a thyssenkrupp instalou 126 equipamentos, sendo 58 pontes de embarque, 25 elevadores, 21 escadas rolantes, 14 esteiras rolantes e oito plataformas elevatórias. Desse total, 60 equipamentos foram especificados para o novo Píer de Embarque, obra de expansão do Terminal 2. Os demais - 66 equipamentos - foram para a reforma dos terminais TPS 1 e 2. 

“A partir de tecnologias inovadoras, buscamos atender às necessidades das cidades brasileiras, a partir de diferentes projetos de mobilidade urbana. A obra do RIOgaleão é uma referência importante por ser a porta de entrada de milhares de pessoas de todo o mundo”, afirma Esteban Marco, Vice-presidente de Obras Especiais da área de negócios Elevator Technology da thyssenkrupp para o Brasil.



Todos os equipamentos possuem tecnologia de ponta e são equipados com modernos sistemas de economia de energia; além de design que se harmoniza com os espaços novos e reformados do aeroporto.

No novo Píer está em operação a maior esteira rolante da América Latina com 100 metros de extensão. A esteira vai levar os passageiros aos terminais 1 e 2 de embarque e desembarque a uma velocidade de 0,65 metros por segundo. Além do conforto que proporciona aos passageiros, a esteira do modelo Orinoco agrega valor ao reduzir o consumo de energia quando não está em operação, a partir do sistema standy-by. Com esta tecnologia, a esteira fica praticamente parada quando não está em uso e a velocidade só aumenta gradativamente quando um passageiro for usar o equipamento. O mesmo sistema está presente nas escadas rolantes Velino que podem transportar até 9 mil pessoas/hora.

As pontes de embarque são do modelo Apron Drive, o mesmo que a empresa possui nos principais aeroportos do mundo, como o de Frankfurt, Paris, Nova York, Shangai e Hong Kong, entre outros. Este modelo tem capacidade para atender o maior avião em operação no mundo, o Airbus A 380. O diferencial está na capacidade de elevação. Para atingir o andar superior da aeronave, as pontes de embarque alcançam uma altura equivalente ao 3º andar de um edifício, cerca de 8 metros.

Os elevadores são do modelo synergy que operam com as máquinas gearless, tecnologia que economiza energia (até 35% em comparação com os modelos convencionais) e não precisam de óleo durante a manutenção, contribuindo com a preservação do meio ambiente. A plataforma Easy Vertical, projetada para facilitar a locomoção de pessoas que usam cadeia de rodas, completa o portfólio de equipamentos para o RIOgaleão.

A thyssenkrupp está presente com cerca de 280 equipamentos instalados nos principais aeroportos do País, como o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo; o Aeroporto Internacional de Brasília, na capital federal; e o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, Minas Gerais, entre outros. 


Sobre a thyssenkrupp


A área de negócios Elevator Technology da thyssenkrupp para o Brasil é uma das maiores fabricantes de tecnologias de elevação no País. O parque fabril e a matriz estão instalados em Guaíba, Rio Grande do Sul. A empresa emprega cerca de 4.000 funcionários e registrou faturamento 1,2 bilhão de reais (ano fiscal 2014/2015). A fábrica atende o mercado nacional e também exporta para a América Latina. No Brasil, são 63 filiais e postos de serviços localizados em diferentes capitais e cidades brasileiras, garantindo cobertura nacional na manutenção de elevadores, escadas e esteiras rolantes.



fonte: Rouxinol Assessoria em Comunicação
SHARE
Banner

Comentar: