Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Passageiros de 1ª classe são odiados pelos demais, diz estudo


Um estudo publicado no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences pesquisou a "luta de classes" que ocorre entre os passageiros de voos e descobriu que o "ódio aéreo" entre os passageiros da classe econômica e da primeira classe não é tão incomum assim. Os dados anônimos dos passageiros foram fornecidos por uma grande companhia aérea internacional.

Segundo o site 'Vice', em uma escala psicológica, a simples presença de passageiros VIPs pode equivaler a um atraso de 9 horas e 29 minutos no voo. Os passageiros da classe VIP, que recebem tratamento diferenciado, ocupam área exclusiva e restrita e ostentam muitas regalias e confortos, causam revolta nos passageiros isolados da classe econômica.

"Aviões são microcosmos de estratificação social", pois os passageiros da área mais barata são constantemente lembrados de sua condição social:

“Viagens aéreas e aeroportos tornam a guerra de classes muito aparentes para as pessoas”, explicou a principal autora do estudo, Katherine DeCelles, professora associada de comportamento organizacional da Universidade de Toronto, no Canadá.

Na aeronave, a desigualdade surge de forma física e situacional: a física se dá pelas alas separadas e a situacional pelo lembrete a todo momento do status do indivíduo, ao não ter acesso às regalias que alguns passageiros têm. Os cientistas descobriram ainda que o ódio entre passageiros é quase 400% maior em aviões que possuem o serviço de primeira classe.

Mas para tudo tem jeito: “Soluções comportamentais podem ser implementadas, e as empresas aéreas definitivamente estão experimentando com padrões de embarque e portões duplos”, disse DeCelles. “Mas coisas como cortinas divisórias, impedir acesso a banheiro e até mesmo o cheiro de biscoitos fresquinhos da primeira classe podem servir como lembretes de sua situação social às pessoas.”




fonte: msn notícias



SHARE
Banner

Comentar: