Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Aeroporto de Fortaleza utiliza redes sociais para ampliar o serviço de perdidos e achados


O Aeroporto Internacional de Fortaleza/Pinto Martins (CE) tem ampliado o serviço de perdidos e achados. Com o intuito de devolver o máximo de objetos localizados no aeroporto, o terminal passou a utilizar as redes sociais e sites de busca para encontrar os donos de objetos que são deixados no terminal, desde que esses itens possuam alguma identificação.

Em geral, documentos, cartões de banco, carteiras de saúde, objetos com algum documento que contenha uma identificação e telefones celulares são exemplos do que pode ser mais facilmente entregue aos passageiros e usuários que possuem contas em redes sociais.

“Seja um documento ou uma compra de viagem, é sempre um transtorno a perda de um objeto. Nossa intenção é contribuir para que cada vez mais pessoas resgatem seus pertences, garantindo o fluxo da operação bem como a satisfação dos clientes”, declarou o gerente de Gestão Operacional, Wilkens Martins dos Santos. 

Outro diferencial é o uso de QR Code, usado no gerenciamento de inventário e controle de objetos. O sistema, ainda em implementação, deverá conter todas as informações sobre o item registrado (local onde foi encontrado, datas, características, entre outras informações).

Só este ano já foram registrados 748 objetos perdidos ou esquecidos no Aeroporto Pinto Martins. Desses, 150 foram restituídos. Em 2015, 3.406 objetos foram direcionados ao Perdidos e Achados do terminal. Os travesseiros cervicais são os objetos mais esquecidos no aeroporto, mas entre os itens mais inusitados estão cadeiras de rodas, muletas e pneus de carro.




fonte: Assessoria de Imprensa – Infraero



SHARE
Banner

Comentar: