Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Azul foca no NE e lança voos do Recife para 12 novas cidades


Até maio, a Azul terá voos regulares partindo do Recife para 12 novas cidades. Com isso, a companhia vai dobrar o número de destinos que hoje conecta à capital pernambucana: serão 32 decolagens diárias, para 24 bases.

A implantação das novas rotas já começa em fevereiro.

Brasília (DF), Belém (PA), João Pessoa (PB), Petrolina (PE) e Juazeiro do Norte (CE) passarão a ter voos diários e sem escalas com destino a Recife, além de Campina Grande (PB), que terá operações retomadas.

Aos sábados, haverá também conexões para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo; para Curitiba (PR); Goiânia (GO); Ilhéus (BA); Porto Seguro (BA) e Presidente Prudente (SP).

“As novidades permitirão que ampliemos ainda mais as operações, com condições futuras para novas bases nas regiões Norte e Nordeste. O foco da Azul no Recife vai alimentar, sobretudo, o turismo, mas também aproximará negócios”, disse Marcelo Bento, diretor de planejamento e alianças da Azul, em nota.

Confira as datas de estreia dos novos voos:

22 de fevereiro

- Recife/João Pessoa

15 de março

- Recife/Brasília
- Recife/Belém
- Recife/Juazeiro do Norte
- Recife/Petrolina
- Recife/Ilhéus
- Recife/Goiânia
- Recife Curitiba

29 de março

- Recife/Campina Grande

2 de abril

- Recife/Porto Seguro
- Recife/São Paulo (Congonhas)

7 de maio

- Recife/Presidente Prudente

Destinos antigos

Além dos novos destinos, a Azul passará a ter dois voos diários do Recife para o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo; três para Natal (RN) e Belo Horizonte (MG); e quatro para Fortaleza (CE) – todos com estreia em 15 de março.

Aos fins de semana, a aérea pretende ainda criar uma malha dedicada a quem viaja para o Nordeste a lazer pela sua operadora de turismo, a Azul Viagens. Os voos ligariam capitais como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia, Brasília e Porto Alegre, além de Presidente Prudente, aos destinos da região via Recife.

Os planos da empresa de aumentar os voos no Recife ainda precisam ser aprovados pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Redução de malha

A ideia de fortalecer a presença no Nordeste é anunciada pela Azul dias depois de ela divulgar que quer reduzir em 7% o número total de voos no país.

A companhia também disse que vai diminuir o tamanho de sua frota e repassar alguns aviões para a portuguesa TAP. Eles começarão a ser enviados ao país europeu em fevereiro.

Em junho, um consórcio encabeçado por David Neeleman, fundador da Azul, venceu o processo de privatização da companhia TAP e se tornou dono de 61% da aérea.

Na semana passada, a Azul anunciou que pretende iniciar em maio a operação de um voo direto de Campinas para Lisboa.





fonte: portal exame
SHARE
Banner

Comentar: