Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Aeroporto de Teresina registra alta de 12% na movimentação de cargas em 2015


O Terminal de Logística de Carga (Teca) do Aeroporto de Teresina (PI) registrou alta de 12% na movimentação de cargas em 2015. Enquanto em 2014 foram movimentadas 94 toneladas, em 2015 foram 108, todas na modalidade de importação. Em 2015, o Teca recebeu 3,6 toneladas de cargas importadas pelo modal aéreo, e 104,3 pelo marítimo, representando um total de cerca de 108 toneladas de cargas recebidas.

O superintendente do Aeroporto de Teresina, Sânzio Renato Teixeira, atribui este crescimento na movimentação de cargas à forte influência das visitas realizadas para captação de novos clientes.

Os principais tipos de cargas movimentados no Teca são: máquinas para indústria gráfica, material de pesca, equipamentos para laboratório, kits para pesquisa de universidades e peças de máquinas para reposição.


Sobre o TECA de Teresina

O terminal de cargas do Aeroporto de Teresina foi inaugurado em 13/09/1976 com área total de 800m², sendo 470m² para importação e exportação, 50m² para área administrativa, e 250m² destinados a artigos perigosos e ao manuseio das cargas. Em sua estrutura estão disponíveis diversos equipamentos para armazenagem e capatazia (movimentação) das cargas, a exemplo de empilhadeiras, plataforma hidráulica para carga e descarga, paleteiras, balanças e equipamentos de raios-x.


A Rede TECA

Considerados portões de entrada do desenvolvimento econômico do país, os 23 Terminais de Logística de Carga da Infraero contam com equipamentos de última geração, como câmaras frigoríficas, instalações para carga viva, áreas especiais para cargas valiosas, material radioativo e demais artigos perigosos. A infraestrutura moderna permite que os mais diversos tipos de produtos sejam armazenados de forma ágil e segura.

A Infraero disponibiliza toda a infraestrutura necessária para a atracação/descarregamento, pesagem, unitização/desunitização e expedição, tanto para embarque quanto desembarque. Isso reduz os custos, além de disciplinar a circulação de veículos e pessoas em áreas restritas que requerem máxima segurança nas operações, em atendimento às legislações. Os terminais são também equipados com Circuito Fechado de TV – CFTV, com monitoramento 24 horas por dia, vigilância armada, raios-X e pórticos detectores de metais.


Tecnologia de ponta

Para controle das cargas, a Infraero Cargo utiliza o Sistema TecaPlus, desenvolvido para gerenciar o curso da logística da carga dentro dos terminais. Os volumes armazenados nesse sistema recebem uma etiqueta adesiva contendo código de barras, onde constam de suas principais informações. Essa ferramenta tem como objetivo a automação e a atualização do endereçamento das cargas, tornando o processo de movimentação e localização muito mais ágil.


Relacionamento com o cliente

A Infraero Cargo sempre coloca seus clientes como principal foco dos processos de negócio, com o intuito de perceber e antecipar suas necessidades, para então atendê-los da melhor maneira. Para isso, ela presta uma assessoria personalizada de desempenho, que demonstra, por meio de relatórios e outras ferramentas, em que fase do processo logístico são encontrados gargalos, bem como propõe estratégias para eliminação destes.

Além disso, a Infraero Cargo está preparada para analisar e avaliar os custos das operações de cada cliente, com a realização de estudos de vantagem de serviço, permitindo que tenham um melhor controle, sem comprometer os resultados esperados e ainda aumentando a previsibilidade das operações.




Assessoria de Imprensa – Infraero
SHARE
Banner

Comentar: