Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Aeroporto de Aracaju diversifica receita e inaugura hangar


O Aeroporto de Aracaju/Santa Maria (SE) passou a oferecer, neste mês de setembro, os serviços de hangaragem e manutenção de aeronaves. Desde o último 10, a Omni Táxi Aéreo S/A - operadora das atividades off shore no aeroporto - iniciou a atividade com a proposta de atender não apenas suas aeronaves, mas também de empresas da aviação geral que operam e utilizam dependências do terminal.

Na prática, a concessionária poderá alugar partes da área de 1,5 mil m², agora sob sua administração, para que as companhias tenham seu hangar dentro do sítio aeroportuário. A transformação desse espaço, que estava fechado, em área para hangaragem, foi uma ação para inovar o perfil de negócios do aeroporto. “A estratégia considerou o aproveitamento das áreas do antigo terminal II e do terminal de cargas, então desativadas, na busca por soluções operacionais com incremento de receita comercial”, afirmou o superintendente do aeroporto, Luiz Alberto Bittencourt. A estimativa é um faturamento anual de aproximadamente R$ 600 mil com a licitação dessa área. O espaço tem capacidade para até seis aeronaves.

Além do incremento de receita para o aeroporto, com a entrada do novo serviço em operação, o terminal poderá ainda ganhar uma “folga” em sua área no pátio de operações, visto que aeronaves de empresas da aviação geral poderão migrar para o novo espaço de hangaragem. A licitação, realizada no primeiro semestre deste ano, contou com a participação de três empresas. O pregão teve o preço mínimo mensal de R$ 21 mil. A proposta vencedora chegou a R$ 50,5 mil, 140% acima do teto inicial. O contrato assinado com a vencedora terá validade de 10 (dez) anos.


Assessoria de Imprensa - Infraero
SHARE
Banner

Comentar: