Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Lufthansa passa a contar com unidade de cuidados intensivos em todas as rotas de longa distância


O avançado Patient Transport Compartment (PTC) agora está disponível nos voos Boeing 747-8 e Airbus A380 a partir dos hubs em Frankfurt e Munique

A partir deste mês, a unidade de cuidados intensivos de bordo, única no mundo, estará disponível em todos os aviões de toda a frota de longa distância da Lufthansa. O Patient Transport Compartment (PTC) foi desenvolvido pela empresa de tecnologia Lufthansa Technik em cooperação com o Serviço Médico da Lufthansa. A Lufthansa agora tem como oferecer seu PTC em toda sua frota de voos de longa distância que partem dos centros de distribuição nas cidades alemãs de Frankfurt e Munique.

A empresa já utiliza o PTC nos aviões Boeing 747-400 e Airbus A340 e A330 desde 1999. Cerca de 100 pacientes que necessitam de cuidados intensivos são transportados no PTC da Lufthansa a cada ano. Uma versão avançada do equipamento foi desenvolvida agora para as subfrotas Airbus A380 e Boeing 747-8 e instalada nos modernos jatos de longa distância.

O PTC ostenta inúmeras vantagens quando comparado a uma ambulância aérea convencional, como, por exemplo, economia de tempo de até 50% devido ao fato de estar instalado num avião e custos menores. O interior amplo do PTC oferece espaço suficiente para uma cama de paciente, duas cadeiras, sendo uma para o médico que cuida do paciente e outra para um tripulante da Lufthansa (PTC Medical Crew Member). Além de equipamentos de cuidados intensivos, material e medicamentos necessários,

A Lufthansa é líder mundial no segmento, graças à variedade de produtos médicos. Pacientes que não precisam de cuidados intensivos no PTC podem reservar previamente serviços médicos como o assim chamado “stretcher” (uma área reservada e maior a bordo) ou, quando necessário, um balão de oxigênio separado para seu voo. Os serviços disponíveis no Medical Operation Centre (MOC) não só envolvem assuntos referentes à adequação para o transporte aéreo como também a preparação e o fornecimento de serviços médicos. A Lufthansa também oferece o programa “Doctor on Board”, que já foi realizado por mais de 9000 médicos em todo o mundo. Em todos os seus destinos, a Lufthansa está apta a colocar pacientes em contato com médicos contratados mediante uma taxa caso eles adoeçam ou precisem de assistência médica.


Sobre a Lufthansa

Uma das maiores e mais prestigiadas empresas aéreas do mundo, a Lufthansa atualmente voa para 215 destinos em 77 países, com centros de distribuição em Frankfurt e Munique. Com a aquisição da Austrian Airlines, SWISS e parte da Brussels Airlines pelo Grupo Lufthansa, Viena, Bruxelas e Zurique foram acrescentados como centros de distribuição adicionais e o grupo inteiro transportou um total de 106 milhões de passageiros em 2014. Inovadora da indústria há muito a Lufthansa está comprometida com a proteção do meio ambiente e a sustentabilidade, operando a frota tecnologicamente mais avançada e mais eficiente no consumo de combustíveis do mundo. Sua frota de longa distância de e para o Brasil inclui o Boeing 747-8. Atualmente, a Lufthansa tem mais de 272 aviões novos encomendados ao preço de lista de aproximadamente USD 46 bilhões de dólares. A Lufthansa é a maior operadora de A380 europeia e também foi cliente lançador do novo Boeing 747-8, as duas aeronaves de passageiros mais eficientes no consumo de combustível da indústria. Conhecida por seus serviços premium, a Lufthansa continua construindo novas lounges ou aumentando as facilidades das existentes em sua malha aérea mundial, e deverá gastar mais de USD 3,7 bilhões de dólares em novos produtos e serviços até 2016. Em 2014, a Lufthansa introduziu sua nova Premium Economy Class, que oferece ainda mais conforto e espaço individual. No primeiro trimestre de 2015, a Lufthansa deverá concluir a renovação da sua First Class, seguida pelo término da reformulação da Business Class no segundo trimestre. A instalação da nova Premium Economy Class em toda a frota deverá estar concluída no final do primeiro trimestre de 2015, o que representa mais um passo dado pela Lufthansa para se tornar a primeira empresa aérea cinco-estrelas no hemisfério ocidental. Sem contar que quase toda a frota Lufthansa de longa distância está equipada com seu serviço de internet banda larga sem fio a bordo, o FlyNet.





fonte: Egom PR Agency
SHARE
Banner

Comentar: