Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Passageiros do Aeroporto Nacional Clinton dão boas-vindas para melhorias na segurança


Os passageiros do Aeroporto Nacional Bill e Hillary Clinton, em Little Rock, Arkansas, nos Estados Unidos, já se beneficiam de uma nova tecnologia que agiliza o processamento de segurança. O novo sistema Airport iQueue, fornecido pela SITA, utiliza sinais em tempo real a partir do Wi-Fi dos passageiros e dispositivos habilitados para Bluetooth para calcular o tempo que o passageiro leva, em média, para passar pelo ponto de controle de segurança do aeroporto.

A tecnologia Airport iQueue detecta o Wi-Fi dos passageiros e dispositivos habilitados para Bluetooth com o objetivo de medir o tempo de espera desde o ponto de entrada no controle de segurança até a saída. Além disso, os intervalos são medidos para cada tipo de fila: Principal, Prioridade, Pré-Check e Tripulação. Esta informação ajuda a gerenciar os recursos e reduzir os gargalos. Os planos futuros incluem a capacidade de estimar o tempo de espera com base no número de passageiros em cada fila, o que irá fornecer informações valiosas sobre como surgem os congestionamentos, e alertar os passageiros no site do aeroporto, a fim de gerir melhor as suas expectativas.

"O Airport iQueue fornece dados empíricos sobre o tempo de processamento total dos passageiros no posto de controle", afirma Ronald F. Mathieu, diretor-executivo do Aeroporto Nacional Bill e Hillary Clinton. "É uma ferramenta de garantia de excelente qualidade, que mede a experiência total, não apenas a fila de espera, com informações compartilhadas com a Agência de Segurança nos Transporte (Transportation Security Administration - TSA), companhias aéreas e órgão regulador do aeroporto para um acompanhamento adequado".

Cada vez mais comuns nos principais aeroportos europeus, o Clinton National Airport é um dos primeiros aeroportos dos Estados Unidos a implementar a solução Airport iQueue da SITA. O sistema é totalmente automático e não requer qualquer ação dos passageiros, a não ser deixar o Wi-Fi habilitado ou dispositivo Bluetooth no modo "disponível" ou "visível". Os gestores dos aeroportos podem observar os resultados em um painel de controle em tempo real, bem como analisar os dados históricos visando a identificar padrões e tendências.

Paul Houghton, presidente da SITA para as Américas, comenta: "Esperar no posto de segurança é a fonte número um de insatisfação para os passageiros durante o voo. Nós, da SITA, desenvolvemos o Airport iQueue com o objetivo de minimizar essa questão. Agora, a equipe de gerenciamento do aeroporto possui informações úteis que podem ser utilizadas ​​para aprimorar o gerenciamento dos recursos e reduzir o congestionamento no aeroporto. Por exemplo, o tempo de espera pode ser configurado de modo que uma vez acionado um alerta, é solicitada à gestão a abertura de um novo canal".

O sistema funciona através da coleta do endereço MAC exclusivo do Wi-Fi/dispositivos de Bluetooth, como telefones celulares, a fim de determinar o tempo médio de espera na fila. A solução iQueue respeita a privacidade dos dados e é verdadeiramente anônima, uma vez que nenhuma informação pessoal é coletada, transmitida ou armazenada. Não se pode associar a identidade de um indivíduo através do dispositivo que carrega. Além disso, só é possível captar sinais de dispositivos móveis quando estão ligados e no modo visível.





fonte: ideia casada
SHARE
Banner

Comentar: