Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Latam capta US$ 1 bilhão em dívida


A Latam, controladora da TAM e da LAN, captou US$ 1 bilhão em recursos com um instrumento de dívida ainda inédito na América Latina para financiar a aquisição de 17 aeronaves.

A companhia anunciou a operação anteontem para levantar US$ 664,2 milhões com uma colocação privada de Enhanced Equipment Trust Certificates (EETC, na sigla em inglês), títulos que dão aos detentores dos papéis direitos privilegiados em caso de calote. Mas o interesse dos investidores levou a empresa a elevar a oferta até US$ 1 bilhão.

Esse instrumento de dívida permite ao emissor pagar taxas de juros menores porque dá como garantia do empréstimo as próprias aeronaves compradas com o dinheiro captado. Nesse caso, os recursos serão usados para onze Airbus 321-200, dois Airbus A350-900 e quatro Boeing 787-9, com entregas de julho de 2015 a março de 2016.

A Latam informou que “a oferta permitirá ao grupo diversificar as fontes de recursos e ampliar o acesso a um maior leque de investidores”. Ainda segundo o grupo aéreo com sede em Santiago, no Chile, esse novo instrumento “representa um desenvolvimento natural das alternativas de financiamento da companhia até agora, em um processo que vem demandando um longo trabalho para ser implementado”.

A agência de classificação de risco Moody’s deu nota “A2” para a parte maior da oferta, de US$ 845 milhões, com vencimento em 2027 e taxa anual de 4,2%, e “Baa2”, para a fatia menor, de US$ 175 milhões, com vencimento em 2023 e taxa de 4,5%.

Nos dois casos, o rating dado pela Moody’s superou a classificação da Latam na própria agência (“Ba2”), abaixo do grau de investimento, qualidade que o grupo perdeu após a fusão entre TAM e LAN. A operação foi coordenada pelo Citi, com participação ainda de Deutsche, J.P. Morgan e Natixis.




fonte: Valor Econômico
SHARE
Banner

Comentar: