Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Omã aumenta a segurança na fronteira com tecnologia da SITA


O governo de Omã anuncia o sucesso da implementação dos sistemas de gestão de fronteiras da SITA, especialista em TI para o transporte aéreo e governo. A tecnologia facilita a circulação de visitantes e agiliza os processos de visto e autorização de residência no país. O acordo estabelece uma abordagem em fases para o controle das fronteiras, proporcionando à Polícia Real de Omã (Oman Police Royal) um processamento de visto e método de autorização de segurança eficaz, eficiente e flexível, incluindo o eVisas, processamento de passageiros avançado e sistemas de informações turísticas na chegada e na partida.

Hani El- Assaad, presidente da SITA para o Oriente Médio, Índia e África, afirma "A SITA está fornecendo a Omã uma solução de gestão de fronteiras totalmente integrada, além de ferramentas para gerenciar, monitorar e operar suas divisas de maneira eficaz. O objetivo é proporcionar uma experiência de alta qualidade, desde o primeiro ponto de contato com seus visitantes, bem como facilitar o crescimento futuro, por conta da flexibilidade".


O número de viajantes está crescendo em Omã, e o país está antecipando o aumento de fluxo futuro com o programa de investimentos do Sultanato de Omã, que visa a atrair 12 milhões de visitantes, em 2020. O tráfego de passageiros no Aeroporto Internacional de Mascate cresceu 329%, desde 2007, chegando a nove milhões, em 2014. Além disso, quase metade da população é de expatriados que necessitam de vistos.

Com o acordo, a SITA promove a implantação de uma extensa solução iBorders®, que engloba a avaliação de risco dos dados do viajante de linhas aéreas e de cruzeiros, sistema de controle de fronteiras abrangente, utilizado em postos de controle de imigração em todo o país, solução de e-Visa completa e também o Sistema de Informações sobre o Visitante centralizado. Toda a solução, que será totalmente integrada com os sistemas de gestão das divisas do país, oferece informações completas sobre cada indivíduo aos agentes, como biometria e informações históricas. Com isso, os funcionários da Imigração se concentram em viajantes de alto risco e tomam decisões oportunas com total conhecimento de causa.

A tecnologia iBorders será implantada em 28 aeroportos, portos marítimos e fronteiras terrestres em todo Omã, além de mais de 15 escritórios regionais e mais de 50 embaixadas e consulados de Omã localizados em todo o mundo. Tudo isso têm como base quatro centros de dados, que fornecem capacidade em escalas e redundância. Além disso, a SITA oferece um programa de treinamento abrangente, a fim de garantir que todos os usuários do governo e equipe técnica sejam capazes de operar o sistema.

Dan Ebbinghaus, vice-presidente de soluções governamentais da SITA, conta: "A SITA possui vasta experiência no fornecimento de soluções de gestão de fronteiras complexas para atender às necessidades de diferentes países. Temos, inclusive, uma expertise particular nessa região, pois já fornecemos soluções de gerenciamento de divisas para diversos países do Conselho de Cooperação do Golfo (Gulf Cooperation Council - GCC)".

Além dos países do Conselho de Cooperação do Golfo, mais de 20 nações escolheram soluções e serviços de gestão de divisas iBorders da SITA, incluindo Argentina, Austrália, Canadá, Índia, Indonésia, Itália, México, Nova Zelândia, África do Sul, Cingapura, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos.



fonte: idea casada
SHARE
Banner

Comentar: