Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Passageiros vão enfrentar protestos a partir de 22 de janeiro


A FENTAC (Federação Nacional dos Trabalhadores em Transporte da CUT), que representa os aeronautas e os aeroviários, promete paralisar as operações dos principais aeroportos do Brasil a partir do dia 22 de janeiro entre às 6h e 7h e poderá ser por tempo indeterminado.

Os sindicalistas não aceitaram o aumento proposto pelo SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias) que propuseram 6,5% de reajuste, valor acima da inflação que foi de 6,34% no período, segundo data-base de 1º de dezembro.

Os aeronautas e aeroviários querem 8,5% de aumento salarial. Antes o pedido era de 9%.

A TAM teve prejuízo de R$ 1,4 bilhão em 2013 e no ano passado a empresa aérea o Grupo LATAM Airlines registrou prejuízo líquido de US$ 58,9 milhões (R$ 131,4 milhões) no segundo trimestre.

Já a GOL registrou R$ 38 milhões de lucro no segundo trimestre de 2014, o primeiro resultado operacional positivo da companhia para um segundo trimestre desde 2010.

As demais empresas aéreas do SNEA (Azul e Avianca Brasil) não divulgam balanço das operações.

Segundo o SNEA, a "a medida preserva integralmente o poder de compra dos trabalhadores mesmo em um período de continuada alta de custos e de dificuldades financeiras para o setor".

Está prevista uma nova rodada de negociação entre a FENTAC e o SNEA que vai acontecer amanhã, dia 16 de janeiro, às 14h30, na subsede do SNA, em São Paulo.



fonte: aviação paulista

SHARE
Banner

Comentar: