Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

INDRA EQUIPARÁ QUATRO AEROPORTOS ARGENTINOS COM SEUS SISTEMAS DE ATERRISSAGEM INSTRUMENTAL


A solução permitirá utilizar os aeródromos em situações de baixa visibilidade, elevando sua disponibilidade

A Indra reforça sua relação de parceiro tecnológico com a Direção Geral de Controle de Tráfego Aéreo, órgão dependente da Força Aérea Argentina


A Indra equipará quatro aeroportos da Argentina com seus sistemas Normac de aterrissagem instrumental (ILS -Instrumental Landing System), que permitirão às aeronaves pousar em situações de visibilidade quase nula, mantendo os níveis de segurança.

Os sistemas serão implantados nos aeroportos de San Salvador de Jujuy (província de Jujuy), San Juan (província de San Juan), Trelew (província de Chubut) e Bahía Blanca (província de Buenos Aires).

A companhia fechou este contrato por meio de um processo gerenciado pela Organização Internacional de Aviação Civil (OACI), órgão dependente da ONU. Trata-se de um projeto de grande exigência, tanto pelas dificuldades e requerimentos tecnológicos como pelos tempos de execução.

O ILS é um sistema de aterrissagem por instrumentos composto por um localizador (que localiza o centro da pista), um glide path (que informa o ângulo de descida) e um equipamento no avião que recebe ambos os sinais e os mostra em uma tela, indicando as correções necessárias para uma aterrissagem segura. Nas quatro instalações serão implantados também os sistemas DME Normac (Distance Measuring Equipment), fabricados pela Indra.

Este contrato reforça a posição da Indra como fornecedora estratégica da Direção Geral de Controle de Tráfego Aéreo (DGCTA), dependente da Força Aérea Argentina (FAA). A companhia foi responsável em 2008 pela implantação dos sistemas para a gestão do tráfego aéreo e civil nos aeroportos de Ezeiza e Córdoba e de um sistema de radar secundário (MSSR). Também implantou o Centro de Instrução, Aperfeiçoamento e Experimento (CIPE) no aeroporto de Ezeiza e forneceu seus sistemas de comunicação de voz digital para o centro de controle do aeroporto de Córdoba.

Outros projetos emblemáticos levados adiante na América Latina são os realizados para a Corporação Centroamericana de Serviços de Navegação Aérea, COCESNA, que gerencia todo o espaço aéreo superior da Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Belize, com tecnologia da Indra. Estes países também implantaram sistemas da companhia em seus próprios centros de controle. Além disso, a companhia desenvolveu projetos de tráfego aéreo no Brasil, Colômbia, Equador, Argentina, Chile, Peru, Uruguai e Paraguai, entre outros.

Sobre a Indra

Presente no Brasil desde 1996, a Indra é uma das principais companhias de tecnologia, consultoria e outsourcing do país. Conta atualmente com uma equipe de mais de 8.000 profissionais e uma ampla cobertura geográfica através de escritórios distribuídos nos principais estados brasileiros e 5 softwares labs. A multinacional possui uma oferta diferenciada de soluções e serviços de alto valor agregado, que atendem os setores Financeiro, Energia e Utilities, Telecomunicações, Administração Pública e Saúde, Indústria, Transporte e Tráfego e Defesa e Segurança.

A Indra, presidida por Javier Monzón, é uma das principais multinacionais de consultoria e tecnologia, líder na Europa e América Latina e em plena expansão em outras regiões de economias emergentes. A inovação é a base de seu negocio, altamente focalizado no cliente, e na sustentabilidade. A multinacional está situada entre as primeiras companhias europeias de seu setor por investimento em P&D com mais de 570 M€ investidos nos últimos três anos. Com vendas de aproximadamente 3.000 M€, conta com 43.000 profissionais e com clientes em 138 países.




fonte: CDN Comunicação Corporativa
SHARE
Banner

Comentar: