Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

China Eastern planeja economizar milhões com novo centro de controle desenvolvido com tecnologia da SITA


A China Eastern registrou uma queda de 16% nas horas trabalhadas pela equipe aérea e redução de 60% nas horas extras para operações em terra graças ao novo Centro de Controle do Hub (Hub Control Center - HCC), que utiliza tecnologia de gerenciamento de recursos daSITA. Espera-se que o novo sistema gere uma economia de mais de US$ 4 milhões para a companhia aérea, em 2015.

A China Eastern, uma das cinco maiores companhias aéreas do mundo, com mais de 500 aeronaves e 80 milhões de passageiros, enfrentou o desafio de aumentar a frota e suas operações com recursos humanos limitados a partir do lançamento de um novo HCC, utilizando a tecnologia da SITA. O centro abrange recursos, hub e reorganização completa. Durante atrasos e interrupções, o HCC realoca portões e tarefas em solo, sugere mudanças nos horários dos voos, além de reacomodar os passageiros, tudo isso em tempo real. Por exemplo, no caso de atraso na partida aérea, o HCC oferece um panorama geral dos voos dos passageiros e pode providenciar transferências rápidas para o voo de conexão.

Hu Zhenming, CSO e diretor geral do serviço para aeroporto da China Eastern, afirma: "Trabalhamos em estreita colaboração com a SITA para desenvolver nosso novo HCC. Temos visto resultados impressionantes, ao utilizar a tecnologia integrada da SITA nas nossas operações em solo. Essa economia nos custos paga o valor do investimento em menos de um ano.

É muito importante também notar que as nossas operações estão sendo executadas de forma mais eficiente e nossos passageiros estão se beneficiando do aprimoramento do serviço. Cada minuto é relevante quando se trata de operações aéreas, e agora no nosso Centro de Controle do Hub, com a tecnologia AirportResource Manager da SITA e os sistemas de rotação e transferência, estamos tomando decisões bem embasadas em tempo real, que melhoram a cada dia. Seguindo o nosso sucesso inicial, começamos agora o lançamento nos nossos centros regionais de Beijing (PEK), Kunming (KMG) e Xian (XIY) e aguardamos a melhoria das operações nesses aeroportos também".

Mais de 8.000 funcionários executam operações de assistência em solo nos dois polos principais da China Oriental, Hongqiao (SHA) e Pudong (PVG), e cerca de 5.500 são gerenciados com o AirportResource Manager da SITA. Ele fornece alocação eficiente dos funcionários para as mais de 13 mil tarefas executadas nos 1.100 voos diários. As informações operacionais são alimentadas nos sistemas, que usam algoritmos de otimização desenvolvidos pela SITA com pesquisadores das melhores universidades. Isso garante que os recursos sejam alocados – ou realocados, dependendo da situação - em tempo real da forma mais eficiente.

Ilya Gutlin, presidente da SITA na Ásia-Pacífico, diz: "A experiência da China Oriental com a redução tanto das horas trabalhadas quanto das horas extras demonstra como a tecnologia da SITA permite que a tomada de decisão seja realizada em tempo real e de forma colaborativa, a fim de proporcionar melhorias em toda a empresa. A companhia aérea possui a tecnologia de operações integrada da SITA em um Centro de Controle do Hub, que gera benefícios em três áreas. Nossos sistemas de gestão de recursos garantem altos índices de utilização de pessoal; nosso sistema de reorganização completa está aprimorando o desempenho no prazo correto; e nosso sistema de gestão de transferência está melhorando a experiência do passageiro ao realocá-los durante os períodos de interrupção".

Gutlin acrescenta: "Essa tendência está surgindo onde as companhias aéreas estão buscando gerir a sua rede a partir de um único local e para realizar as suas operações em solo com Centros de Controle Operacionais existentes. A China Eastern, com o seu novo Centro de Controle do Hub, é um dos primeiros a obter os benefícios do uso de dados de forma eficaz e em tempo real, visando a tomar melhores decisões, aprimorando, assim, as operações todos os dias. Agora, a companhia aérea oferece um serviço melhor aos passageiros. Além disso, os sistemas utilizam os recursos de maneira diferente e permitem a tomada de decisão colaborativa ao entregar milhões de dólares de poupança para a linha de fundo. As aeronaves são bens caros e taxiar cinco minutos fora do tempo pode fazer a diferença entre perda e lucro".

A tecnologia da SITA é altamente intuitiva e foi projetada para ser implementada facilmente. As informações em tempo real são enviadas para smartphones e dispositivos portáteis robustos. Painéis com ações em código de cores e recursos automatizados de apoio à decisão de apenas um clique, que são aplicáveis ​​a quase todas as atividades do aeroporto, também são fornecidos. Esses painéis de bordo configuráveis e em tempo real podem ser adaptados aos objetivos estratégicos de cada companhia aérea com notificações de ativos para violações de regras.

Um benefício adicional é que o sistema capta carimbos com marcação horária para as atividades e metas, a fim de facilitar o HCC a gerenciar o status de trabalho, minimizando, assim, o tempo das aeronaves no solo. As funções de despacho podem ser reduzidas em 50% devido aos processos automatizados, e tarefas administrativas podem ser reduzidas drasticamente com a retirada de documentos e processos manuais.


fonte: idea casada
SHARE
Banner

Comentar: