Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

"Alitalia será a companhia mais sexy do mundo", promete executivo

Durante a apresentação do novo plano industrial da companhia Alitalia (20), o vice-presidente da empresa e CEO da Etihad Airways, James Hogan, afirmou que a nova marca será a "mais sexy do mundo".

Além de Hogan, o presidente da nova Alitalia, Luca di Montezemolo, e o CEO, Silvano Cassano, deram detalhes de como a companhia funcionará agora que o processo de fusão com a Etihad foi concluído.

Acordo de fusão entre Alitalia e Etihad passou a valer neste mês; a empresa dos Emirados Árabes passou a ter 49% da italiana, que tem um buraco nas finanças
Reuters
Acordo de fusão entre Alitalia e Etihad passou a valer neste mês; a empresa dos Emirados Árabes passou a ter 49% da italiana, que tem um buraco nas finanças.

"Hoje há condições, entusiasmo e disponibilidade econômico-financeira para iniciar uma nova etapa para a Alitalia", afirmou o mandatário que aproveitou para convidar a todos para "saírem de uma cultura muito excessiva em nosso país: ficar lembrando o passado". Apesar do otimismo, Montezemolo pediu "pés no chão porque essa é uma aventura muito desafiadora".

Tanto o novo presidente quanto Cassano destacaram que a companhia deve começar a dar lucro a partir de 2017, com um retorno de cerca de € 100 milhões por ano.
Para Montezemolo, essa nova fase da marca tem "quatro prioridades". "A primeira é a fortíssima atenção às respostas da própria empresa: a prioridade número um é se preocupar com quem trabalha na Alitalia", disse o presidente completando que "o sucesso da Alitalia se baseia, fundamentalmente, sobre quem trabalha nela".

Já a "segunda prioridade" é voltar a dar força para a marca, ressaltando que a companhia "deve se tornar sempre mais uma embaixadora e intérprete da Itália no mundo, de uma Itália moderna". A terceira medida é melhorar o serviço, pois segundo o dirigente, ele é fundamental e necessário para "tratar o cliente como um hóspede". A quarta meta é "reforçar e aumentar nossas rotas".

Seguindo a mesma linha, Cassano aproveitou o momento para anunciar que já estão planejadas novas rotas e voos com maior frequência para a América do Norte e Ásia, sendo que esses serão os "dois focos de nosso desenvolvimento". "Faremos todos os investimentos para dar aos clientes um serviço cinco estrelas", destacou o CEO.

Sobre novas admissões em seu quadro de funcionários, Cassano destacou que é preciso pensar primeiro "nos 11 mil empregados e depois pensar em aumentar a família". Para Hogan, o sucesso da marca criará "automaticamente" novos postos de trabalho.

Protestos de funcionários

Momentos antes da apresentação das novas propostas, alguns trabalhadores ligados à Conferência Unitária de Base (CUB) – um dos maiores sindicatos italianos – protestaram em frente ao hotel em que estavam os dirigentes da Alitalia.

Eles pediam o "fim das demissões e o fim da precariedade no trabalho" e reclamavam que os novos planos da marca acabam afetando a vida dos "trabalhadores e dos cidadãos".

Fusão entre Alitalia e Etihad

No dia 23 de dezembro, a fusão entre a Alitalia e a Etihad Airways foi completada e, desde o dia 1º de janeiro, a nova companhia está em funcionamento. A Etihad ressaltou que com o acordo, houve um aumento de capital no valor de € 387,5 milhões para a aquisição de 49% das ações da empresa italiana. Os outros 51% serão de posse da Alitalia Cai por meio da MidCo, que conferiu as atividades e a passividade para a operação da companhia aérea.



fonte: Portal IG
SHARE
Banner

Comentar: