Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Air Europa encomenda 14 Boeing 787-9 Dreamliner


A Boeing e a Air Europa anunciaram, dia 15 de janeiro, uma encomenda de 14 jatos 787-9 Dreamliner, no valor de US$ 3,6 bilhões a preços de tabela, o maior acordo para aviões widebodies da Boeing com uma operadora espanhola. O pedido foi registrado em dezembro do ano passado e foi anteriormente atribuído a um cliente não identificado no site da Boeing.

Com este novo acordo, a Air Europa tem um total combinado de 22 787 Dreamliner, sendo oito 787-8 e 14 787-9, uma vez que continua a sua transição para uma frota de longo curso composta somente por aviões da Boeing.

"Desde o seu início, a Air Europa sempre operou os aviões mais contemporâneas disponíveis para o mercado. Com as medidas que estamos tomando, vamos nos tornar uma companhia aérea com a frota mais moderna do mundo. Temos sempre olhado para a melhor qualidade e conforto para os nossos passageiros e o Boeing 787 atende às nossas necessidades, porque é mais rápido, mais silencioso e mais confortável, além de ser mais eficiente e mais respeitoso com o meio ambiente", disse Juan José Hidalgo, presidente da Globalia, empresa-mãe da Air Europa, falando numa conferência de imprensa realizada em Madrid. "Os primeiros Dreamliner começarão a chegar em 2016, isso vai permitir-nos a crescer tanto em número de voos quanto destinos que iremos operar em cerca de 50%", complementou.

O 787-9 complementa e amplia a família 787. Com a fuselagem estendida por 6 metros (20 pés) sobre o 787-8, o 787-9 vai voar com até 40 passageiros a mais por um adicional de 830 quilômetros (450 milhas náuticas) com o mesmo excepcional desempenho ambiental, 20% menos consumo de combustível e 20% menos emissões de gases tóxicos do que os aviões que substitui.

"Esta encomenda mostra o reconhecimento no desempenho econômico do 787 e a Air Europa do seu valor no cumprimento das suas exigências operacionais para acessar novos mercados de longa distância, enquanto, ao mesmo tempo, oferecer uma experiência inigualável de bordo para seus passageiros", disse Ricardo Cavero, vice-presidente adjunto de Vendas europeias da Boeing Commercial Airplanes. "Estamos ansiosos para continuar a nossa parceria de longa data com a Air Europa, uma vez que continua a sua transição para uma frota padrão da Boeing", acrescentou.

O 787-9 aproveita o projeto visionário do 787-8, oferecendo recursos para agradar os passageiros, tais como janelas grandes, grandes caixas de Stow, moderna iluminação LED, maior umidade, a altitude de cabine inferior, um ar mais limpo e uma condução mais suave.

Vários fornecedores espanhóis fazem parte do programa 787 Dreamliner, incluindo Aciturri, ITP (através da sua participação na Rolls Royce na produção do motor Trent 1000) e M. Torres, entre outros.



fonte: Divulgação Boeing
SHARE
Banner

Comentar: