Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Azul anuncia fim das operações em São José dos Campos


De olho em Congonhas, a Azul anunciou que vai suspender, em 13 de novembro, as operações no aeroporto de São José dos Campos (SP), que acabou de ser reformado pela Infraero. Foram investidos 1{$ 16,7 milhões em novas salas de embarque e desembarque, novo saguão de passageiros, ampliação do número de balcões de check-in e melhorias nos sistemas de água e esgoto. A Azul é a única empresa que atende no terminal, com três voos diários para o Rio e um semanal para Belo Horizonte (Pampulha).

A decisão preocupa a prefeitura do município, que já procurou a Secretaria de Aviação Civil (SAC) para tentar reverter a situação. O ministro da SAC, Moreira Franco, disse ao GLOBO que o mercado é livre, mas que o governo acompanhará o movimentação no setor, a partir das mudanças na distribuição de slots (horários de pousos e decolagens) em Congonhas. Ele destacou que aguardará o fim das operações em São José dos Campos para avaliar os impactos da medida.

MUDANÇA PARA CONGONHAS

Segundo fontes do governo, a decisão de suspender as atividades em São José dos Campos foi tomada porque a Azul quer, na prática, transferir as operações para Congonhas, onde passará a operar com frequência, assim que receber os slots (autorizações de pouso e decolagem) da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Hoje, a empresa tem apenas um voo em Congonhas, aos sábados.

O presidente da Azul, Antonaldo Neves, negou que a decisão tenha sido motivada pelo aumento das operações em Congonhas. Segundo ele, a falta de demanda no aeroporto de São José dos Campos, muito próximo a Guarulhos (cerca de 40 km), e o custo do combustível foram as principais causas.

— O problema é que operar em cidades pequenas com custo de combustível tão alto quanto é em São Paulo está ficando inviável — disse o executivo, acrescentando que, se o plano de aviação regional do governo, com subsídio para rotas pouco lucrativas, estivesse funcionamento, a situação seria diferente.

Ele destacou que a Azul desativou há duas semanas as operações no aeroporto de Araraquara. Mesmo em São José dos Campos, onde atua há quatro anos, a Azul já tinha deixado de voar para Belo Horizonte (Confins) e Curitiba.

A empresa informou que os clientes que compraram bilhetes para viagens após 14 de novembro poderão receber reembolso integral ou acomodação em voos a partir de Guarulhos.

Em nota, a Infraero informou que a suspensão das atividades no aeroporto de São José dos Campos desagrada à estatal. Mas que espera que a decisão seja temporária: “Entendemos que a suspensão das atividades da Azul deva ser temporária e ocorre justamente com o objetivo de deslocar as aeronaves para as rotas mais demandadas na alta temporada diz, acrescentando que o terminal está preparado para atender a aviação geral, jatinhos executivos e cargueiros.


fonte: O Globo
SHARE
Banner

Comentar: