Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Alemanha descobre defeitos de fabricação no Typhoon


Alemanha decidiu cortar as horas de voo de sua frota de caças Eurofighter após descobrir um defeito de fabricação na fuselagem da aeronave.

Mais um revés para a Bundeswehr (forças armadas da Alemanha). Além do relatório que aponta para a falta de prontidão da força aérea, agora um novo defeito foi detectado no caça Eurofighter Typhoon. O fabricante advertiu recentemente que “defeitos de fabricação” foram descobertos na fuselagem traseira do jato. A entrega de novos jatos pela Airbus Defesa e Espaço foi adiada.

Embora a segurança de voo caça não esteja comprometida, o impacto do erro de produção pode ser um grande problema, mas “ainda não está claro”.

O problema é referente a buracos na fuselagem traseira que podem levar no pior caso, a substituição de componentes e à perda de estabilidade do casco.

O erro de fabricação inicialmente foi notado pelos britânicos. A RAF, porém, decidiu manter os aviões voando. A Força Aérea e a RAF vão agora se reunir com o fabricante e limitar o tempo de vida do Eurofighter até um máximo de 1.500 horas de voo. As implicações práticas são inicialmente gerenciáveis.

Esse problema é só mais um que atinde o Bundeswehr. Em Setembro, um relatório sobre o estado das forças armadas mostra a incapacidade da Alemanha de atender a OTAN.

Para resolver o estado de emergência na frota de transporte da Força Aérea, serão alugados mais aviões, como já vem sendo feito com a missão no Afeganistão, aonde aviões Antonov foram alugados para transportar o equipamento pesado.


fonte: Spiegel Online – Tradução e edição:cavok
SHARE
Banner

Comentar: