Meu título conteúdo da página

.

.

Arquivo

Navigation

Amazonas recebe maior investimento na aviação


O Amazonas receberá o maior investimento entre os Estados brasileiros no novo Plano de Aviação Regional, do Governo Federal, que prevê reforma e ampliação de 270 aeroportos no interior de todo o país. Conforme a Secretaria de Aviação Civil (Sac), de um total de R$ 7,3 bilhões disponibilizados pelo programa, o Estado receberá um montante de R$ 838,4 milhões para fazer melhorias em 25 aeroportos, volume maior do que o de Minas Gerais, cujo investimento será de R$ 815,5 milhões.

Entre as regiões, a Norte é a segunda no ranking com recursos na ordem de R$ 1,7 bilhão para investir em melhorias em 67 aeroportos. Em primeiro está a região Nordeste que contará com R$ 2,1 bilhões para reparação em 64 aeroportos.

O montante previsto para o Amazonas, conforme a Sac, será utilizado em reforma e construção de pistas, melhorias em terminais de passageiros, ampliação de pátios, revitalização de sinalizações e de pavimentos, entre outros. A medida visa aperfeiçoar a qualidade do serviço prestado ao passageiro, além de agregar novos aeroportos à rede de transporte aéreo regular e aumentar o número de rotas operadas pelas empresas aéreas.

De acordo com o mapa do Plano de Aviação Regional, 25 aeroportos serão beneficiados no Estado. Eles estão localizados nos municípios de: São Gabriel da Cachoeira, Santa Isabel do Rio Negro, Barcelos, Maraã, Fonte Boa, Jutaí, Amaturá, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Uarini, Tefé, Coari, Codajás, Carauari, Eirunepé, Pauini, Boca do Acre, Lábrea, Humaitá, Manicoré, Borba, Nova Olinda do Norte, Manués, Itacoatiara e Parintins.

O ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, informou ontem que no ano passado as prioridades foram as concessões dos aeroportos, posteriormente foi a Copa e agora, dentro da política da aviação regional, a prioridade é o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional.

Franco disse ainda que já tem 26 contratos com empresas projetistas e de engenharia que já estão fazendo estudos técnicos. Segundo ele, já foram feitos e entregues 220 estudos de viabilidades nos aeroportos, sendo que 101 já estão em fase de elaboração para apresentação de projetos, visando à preparação final para avaliação ambiental e para a licitação.
https://www.facebook.com/simulado.preparatorio



fonte: Em Tempo - AM
SHARE
Banner

Comentar: